Um dia toca o telefone no MadiaMundoMarketing. Marcia, uma das sócias, atende, e diz, “Madia, tem um empresário do Rio de Janeiro que disse precisar falar muito com você”.

Atendi. Do lado de lá, ouço, “Madia, é o Julio, Julio Bogoricin. Posso te chamar de Chico? Leio todos os seus artigos na revista Marketing e no Propmark, acredito que tenha um vazio no mercado imobiliário da cidade de São Paulo com o fechamento da Clineu Rocha, e estou muito tentado a levar a Julio Bogoricin para a sua cidade. Preciso de orientação e direcionamento e gostaria de contar com os serviços de sua empresa de consultoria. Você me ajuda…?”.

Quinze dias depois Julio entrava na Madia e em questão de minutos já tinha seduzido todos os nossos consultores. Contratou a Madia para cuidar de sua chegada a cidade. Finalmente, a Julio Bogoricin em São Paulo! Um privilégio que só o Rio de Janeiro conhecia.

Trabalhamos juntos por quase 3 anos. Empresário brilhante, de energia e inteligência fenomenais, mas com uma dificuldade absoluta de conviver com a mediocridade, incompetência, burrice e ignorância.

O que, várias vezes, o tornava, embora fosse uma doce pessoa para aqueles que respeitava e gostava, deselegante. Durante 3 anos tivemos uma convivência maravilhosa. Na primeira reunião em que começamos a prestar serviços para o Julio e para a Julio em São Paulo, ele nos colocou o desafio. Disse,

“Chico, preciso ocupar o espaço e me tornar na mais importante imobiliária da cidade em, no máximo, 2 anos. É o tempo que temos. Conto com você e seus consultores. Juntos desenvolvemos o planejamento estratégico para os primeiros anos. Dentre outras iniciativas, e em termos de mídia, trabalhar com uma agência rápida no gatilho e brilhante em criatividade. E a escolhida foi a DPZ, e a estratégia de comunicação anúncios diários de oportunidades no jornal que formava a opinião dos paulistanos: o Jornal da Tarde.

Ainda uma semana antes da crise do Coronavírus, o Gustavo Bastos da 1121 veio almoçar aqui na Madia, com o Fabio e com o Madia, e contamos essa história para ele. Dizendo que o trabalho fantástico que a agência dele vem realizando para a cerveja Carioca e outros clientes, foi rigorosamente o mesmo que a DPZ realizou, 40 anos atrás para a Julio Bogoricin.

Mas, e continuando, na ativação da estratégia, Julio sentou-se com José Maria Homem de Montes e fez uma compra gigantesca de páginas do JT – Jornal da Tarde. A DPZ reiterou seu DNA de, além de uma excepcional criatividade e direção de arte espetacular, de sacar e atirar rápido. E assim aconteceu.

Mas era preciso produzir um fato definitivo. Para gerar buzz e reverberação relevante. Num momento do mundo onde ainda não existiam as caixas de reverberação de hoje: internet e redes sociais.

E considerando a história exemplar da Julio Bogoricin no mercado imobiliário do Rio de Janeiro, ocorreu-nos criar um prêmio de repercussão nacional. Propusemos a revista Marketing, da Editora Referência, e do Acadêmico Armando Ferrentini que instituiu o prêmio. Munido de forte e consistente arrazoado, justificativas, feitos e credenciais sobre o Julio e a Julio, fomos nos encontrar com o Armando que depois de 60 minutos topou, e nascia assim o Prêmio Homem de Marketing do Ano, na sequência rebatizado de Profissional de Marketing do Ano.

E seu primeiro ganhador, com total merecimento, ele, Julio Bogoricin, recém-chegado a cidade de São Paulo.

Não poderia existir Welcome melhor! Anunciado o prêmio e o premiado, matérias e mais matérias em todo o país, especialmente na cidade de São Paulo.

Depois de consagrar-se na cidade, um dia Julio passou o bastão para sua filha, voltou para o Rio, e dividia seu tempo entre a cidade maravilhosa e New York City. De vez em quando me ligava, lembrava do trabalho de 40 anos atrás, e sempre terminada as ligações dizendo, Chico, não se esqueça que te amo.

Num final de semana, madrugada do dia 21 de março de 2020, Julio morreu na cidade de Nova Iorque, assim como Tom Jobim. Um dos gênios do marketing imobiliário do Brasil e do mundo, querido e saudoso amigo, de quem nos despedimos e homenageamos antes que 2020 termine.

Nós também te amamos, querido amigo Julio Bogoricin.

Tags:

Deixe uma resposta