Tag: #streaming

Negócio

Imagineering, a melhor aula sobre inovação

Em todos os processos de consultoria que realizamos através da MADIA − mais de 1.200 para mais de 500 empresas e mais de 3.000 marcas −, em algum momento nossos clientes pediam exemplos e “cases” que melhor traduzissem o que é, de verdade, inovação. E o que é ser, desde a origem, uma empresa inovadora. Inovadora por gênese, desde sua concepção e nascimento. Ou, e se assim não nasceu, como induzir-se uma cultura de inovação na empresa. Em 40 anos realizamos mais de 500 palestras sobre o tema Inovação, construímos centenas de “cases”, e na plataforma Perennials da MADIA − um trem que leva profissionais e empresas do passado e do presente para o futuro sem necessidade de baldeações −, todos os dias, existem centenas de “cases”. Mas agora, e finalmente, temos um dos melhores exemplos de todos os tempos à disposição de profissionais, empresas, e de todos nós. E que mais que recomendo como programa de final de semana. Encontra-se na plataforma de streaming da Disney, a Disney+. Se você detesta streaming, televisão e tudo mais, mas tem consciência de que ou sua empresa Inova, permanentemente, ou Morre, assine o Disney+ por uma semana, é de graça, e assista a série Imagineering várias vezes. No final da semana, e nos outros dias, também. Muitos nos perguntam sempre, como a Disney conseguiu fazer o que fez, chegar onde chegou, e preservar-se viva e relevante? Outros jamais pararam um único segundo para pensar sobre as toneladas de inovação, repetimos, toneladas de inovação que existem atrás e suportando cada uma das centenas de brinquedos dos parques da Disney Imagineering. Inovação em todos os detalhes. Antes de colocar seu sonho em pé, Walter Elias Disney da cidade de Hermosa, Chicago, Illinois, de 5 de dezembro de 1901, criou a fábrica. A fábrica de sonhos. A fábrica de inovações. A Imagineering. Um bando de malucos, irreverentes, irresponsáveis, alucinados, que nasceram fora da caixa. E que jamais podiam envolver-se com o dia a dia. Ganhavam para delirar, para sonhar, para dedicarem 24 horas por dia de todos os dias de suas vidas em busca do segredo de entregar felicidade para os Convidados − lembram a Disney não chama seus clientes de clientes, e sim convidados, Be Our Guest! É isso, amigos. Temos mais e muitos anos difíceis pela frente e em função das crises conjunturais. A da economia brasileira e a da pandemia, e a maior crise estrutural da história do mundo moderno, a do tsunami tecnológico. Que é do bem, mas que provoca e exige mudanças. Assim, se você vai ter algum tempo livre neste final de semana e enquanto aguarda pela vacina, por favor, em benefício de sua empresa, do seu negócio, sucesso, vida, felicidade, aceite nosso conselho. Passe este final de semana assistindo todos os capítulos do Imagineering. No mínimo duas vezes. Você amanhecerá uma outra pessoa na segunda-feira. Melhor, muito melhor. E mais que uma brisa, um tufão do oxigênio e da energia de inovação, capacitará sua empresa e negócios para mais e muitos anos, décadas mesmo, de vida.
Blog do Madia

Diário de um Consultor de Empresas – 16, 17 e 18/10/2021

BIT ACELERADO. De uns tempos para cá, tudo corridinho. Das aulas à distância, a filmes no NETFLIX. É bom? Depende pra que, e para quem. Voltamos, muitos, aos tempos do cinema mudo.
videos_BUT

Agosto

Vídeo da transmissão ao vivo do Business Trends, ciclo de palestras ministradas por Francisco e Fabio Madia, captado no dia 27 de agosto de 2021. Confira os temas: – Renata Afonso – ESG – Where is the beef? – Desculpas – Nubank – Ita – Cameo Celebrities – Imóveis? – Educação a distância para crianças, uma impossibilidade absoluta – Veneza – Cuidado com o Boko Moko – O brutal mercado dos games – Overemployed – Vai mais um streaming aí? – População mundial envelhecendo e diminuindo
Blog do Madia MadiaMM

Diário de um Consultor de Empresas – 26/01/2021

Francisco Madia comenta sobre TECNOLOGIA E JUSTIÇA SOCIAL. Objetivamente, a tal da Justiça Social que os homens não foram capazes de alcançar, durante milênios, a tecnologia está conseguindo em poucas décadas. Muito em breve, amanhã, por exemplo, todas as empresas terão que descobrirem e reaprenderem como ganhar dinheiro.