55 (11) 3065-6464 madia@madiamundomarketing.com.br

Dia do Padeiro

13
set

tarja-929

 

 

No sábado, 8 de julho, comemorou-se mais um DIA DO PADEIRO. Em verdade, todos os dias são dias do padeiro. Raro o dia que um brasileiro não bata o ponto numa padaria. Isso posto, padeiros e suas padarias em processo de radical reinvenção.

Há décadas pequenos estabelecimentos que se restringiam ao pão nosso de cada dia, complementado por um litro de leite, e, vez por outra, um cafezinho de coador e alguns docinhos e bolos caseiros.

Hoje, espaços revolucionários onde muitos fazem seu café da manhã nas grandes metrópoles, outros muitos almoçam e jantam, e alguns muitos ou poucos atravessam a madrugada nas padarias 24 horas, hoje já existentes em muitas cidades do país.

No ano de 2016, a indústria da panificação totalizou um faturamento de R$ 87,2 bilhões, um crescimento nominal de 3% em relação a 2015. Uma das mais importantes plataformas dentro da estrutura do varejo brasileiro, com 64 mil padarias espalhadas pelas esquinas e ruas do Brasil.

E onde agora pontificam as padarias de autor, e as padarias conceito.

No dia do padeiro, a pergunta que não quer calar é, como nos mantermos em forma num país onde o pão é o ator principal nos diferentes momentos do dia de todas as pessoas? Antes, restringia-se ao café da manhã, e eventualmente, ao lanche da tarde. Hoje invade casas, empresas, escritórios, sob diferentes versões e possibilidades.

E consagra-se em milhares de bares e padarias de forma esmagadora através da palavra que mais se ouve nesses estabelecimentos, muito especialmente entre 5 e 9 da manhã, em todas as cidades do país:  “salta um pão na chapa!”.

E depois segue pelo correr do dia com diferentes tipos de pães, e de 30 anos para cá, com prevalecimento do pão de queijo – várias vezes ao dia, nas empresas, casas, e ruas.

Por que vivemos num mundo de obesos?  Cada vez mais obesos?  Pelos pães, e sua irmã inseparável, as massas – muitos especialmente no formato macarrão e pizzas.

Em poucos negócios registrou-se tanta inovação multiplicando-se os lançamentos e novidades como no território das massas: pães, macarrão, pizzas. Todas originárias do trigo, um alimento que começou a ser cultivado pelos homens há no mínimo 6 mil anos… Mas nos tempos em que as pessoas para ir de um canto a outro tinham que caminhar… a pé…

Isso posto, o flagelo da obesidade que nos ameaça foi plantado milhares de anos atrás e seus grãos encontrados em jazigos de múmias do Egito, nas pirâmides de Dashur e ainda em habitações lacustres da Suíça.

Independente de tudo o que disse até aqui, e diante da impossibilidade quase que absoluta de prescindirmos das massas, e muito especialmente dos pães, parabéns aos padeiros e a indústria da panificação pelo seu dia.

Independente de suas raízes estarem fincadas há mais de 6 mil anos, não negligenciaram no quesito inovação em nenhum momento de sua longa trajetória.

Como todos os negócios e produtos deveriam proceder sempre. E conforme nos ensinou o mestre maior, Peter Drucker: O marketing nos garante clientes, a Inovação a sobrevivência.

INOVEMOS, POIS!

FRANCISCO MADIA, especial para o MMM.

servicos

Receba a news do Landmarketing

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *